Palestrantes Convidados

Ana María Jacó Vilela

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1972), mestrado em Psicologia pela Fundação Getúlio Vargas – RJ (1980) e doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (1996), com pós-doutorado em História e Historiografia da Psicologia na Universidade Autônoma de Barcelona (2004). É professora associada da UERJ, atuando no Programa de Pós-graduação em Psicologia Social e no Curso de graduação em Psicologia. Coordena, na UERJ, o Laboratório de História e Memória da Psicologia – Clio-Psyché, dedicado à investigação sobre a história dos saberes psi no Brasil e cadastrado como Unidade de Desenvolvimento Tecnológico (UDT) na Sub-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social da UERJ (2001-2003; 2003-2005; 2013-2015). É pesquisadora do CNPq, Cientista do Nosso Estado pela Faperj e Procientista da UERJ. Participou do grupo que criou o GT de História Social da Psicologia da ANPEPP, que coordenou em seu primeiro momento (2014) e atualmente (2016-2018). Também participa e coordenou o GT de História da Psicologia da Sociedade Interamericana de Psicologia (2011-2013; 2013/2015). Participou também da criação e coordenou a Rede Iberoamericana de Pesquisadores em História da Psicologia (RIPePH) que atualmente congrega mais de cem pesquisadores de diferentes países. Foi membro da Comissão de Avaliação da Área de Psicologia da Capes (2004-2009), Presidente da ABRAPSO – Associação Brasileira de Psicologia Social (2006-2007) e Vice-Presidente de sua Regional Rio (2008-2009), bem como Presidente da ANPEPP (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia) (2010-2012). Foi Secretária Executiva para a América do Sul (2013-2015; 2015-2017) e atualmente é Vice-Presidente para a América do Sul da Sociedade Interamericana de Psicologia. É Presidente Eleita da Divisão 18 (History of Psychology) da International Applied Association of Psychology (IAAP). (2014-2018). Também é colaboradora do Psychologys Feminist Voices. Faz parte da Comissão Científica de diversos periódicos e é parecerista para agências de fomento de âmbito nacional, bem como de agências estaduais e de outros países. É Coordenadora da Área de Psicologia da Faperj desde 2012. Sua principal área de interesse é a história dos saberes psi e de sua circulação e recepção, dando relevo ao Brasil e à América Latina.

 

Jairo Eduardo Borges-Andrade

FotoPossui graduação (1972) em Psicologia pela Universidade de Brasília (UnB) e mestrado (1977) e doutorado (1979) em Sistemas Instrucionais pela Florida State University. Estágios de pós-doutorado realizados: International Food Policy Research Institute (1990), University of Sheffield e Rijksuniversiteit Gröningen (2001) e Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (2010). Foi pesquisador da Embrapa (1979-1993), onde desenvolveu atividades ligadas a gestão de pessoas e de ciência e tecnologia. Desde 1993, é professor titular da UnB, onde faz pesquisa (Aprendizagem, Processos Psicossociais e Mudança nas Organizações), ensino (Graduação, Mestrado e Doutorado) e extensão (Treinamento e Desenvolvimento de Pessoal). Gestão realizada em entidades científicas e profissionais: Capes (Psicologia), CNPq (Psicologia), ANPEPP, SBPOT, CFP e CRP-01.

 

Jesus Landeira Fernandez

FotoPossui graduação em Psicologia pela PUC-Rio (1981-1985), mestrado em Psicologia Experimental pela USP (1986-1988) e doutorado em Neurociência Comportamental pela UCLA (1989-1994). Foi um dos fundadores do Instituto Brasileiro de Neuropsicologia e Comportamento (IBNeC). Fundador e atual diretor do Núcleo de Neuropsicologia Clínica e Experimental. Foi um dos fundadores do periódico Psychology & Neuroscience. Ex-presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia (ANPEPP). Compõe a atual diretoria da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP). É Professor Associado do Departamento de Psicologia da PUC-Rio onde é o atual diretor. Orientou 26 alunos de mestrado e 10 de doutorado. Atua e possui ampla experiência em pesquisa básica, onde utiliza modelos animais para investigar circuitarias neurais envolvidas na origem dos transtornos de ansiedade e desenvolve duas linhagens de animais com baixa e alta ansiedade denominadas de “Cariocas com Alto Congelamento” (CAC) e “Cariocas com Baixo Congelamento” (CBC).Tem interesse também na validação de instrumentos capazes de quantificar diferentes características emocionais e cognitivas em crianças e idosos. Possui, ainda, interesse e atuação em pesquisas relacionadas ao currículo da Psicologia e à formação profissional do psicólogo. Publicou mais de 150 artigos em periódicos brasileiros e internacionais e capítulos de livros. Finalmente, é autor do livro intitulado “Cinema e Loucura”, finalista do Prêmio Jabuti na categoria de Ciências da Saúde.

 

Jorge Castellá Sarriera

Foto

Psicólogo, Licenciado em Psicologia, título homologado no Brasil pela Universidade Católica de Pelotas (1985), Graduação em Psicologia, Universidade de Barcelona e Universidade Católica de Assunção (1973); Especialização em Psicologia Organizacional (PUCRS-1979); Mestrado em Psicologia Escolar (PUCRS, 1982); Doutorado em Psicologia Social – Universidade Autonoma de Madrid (1993); Pós-doutorado na Universidade de Barcelona (1998/I) em Técnicas Estatísticas Multivariadas; na University of San Francisco (CA-USA) em Psicologia Comunitária (1998/1999) e na Universitat de Girona (2016/I) em Intervenções sobre Bem-estar nas Crianças e Adolescentes. Professor Aposentado e convidado Permanente nos Programas de Pós-Graduação em Psicologia e em Políticas Sociais e Serviço Social do Instituto de Psicologia da UFRGS. Prêmio Pesquisador Gaúcho na área de Ciências Humanas e Sociais, 2015 (FAPERGS). Revisor e parecerista de projetos de agências internacionais e nacionais. Experiência na área de Psicologia Social e da Saúde, com ênfase em Psicologia Comunitária; Intervenção Psicossocial e Saúde Comunitária. Atuando principalmente nas seguintes áreas: Bem-estar na Infância e Adolescência, Direitos das Crianças, Inserção social (jovens em Proteção Social, Imigrantes e Refugiados), Tempo livre na adolescência; Intervenção Psicossocial e Psico-educativa, Elaboração de Programas Psicossociais, Implementação e Avaliação Processual, da Eficácia e do Impacto.